ou

Dicas

Documentos necessários que deverão ser apresentados para a compra segura de um imóvel

Na realização de um negócio imobiliário, você terá que verificar a documentação relativa ao imóvel, não basta acreditar e ter boa-fé no que lhe garante o vendedor do imóvel.

A compra ou venda de um imóvel, é sem dúvida alguma, mais importante do que a compra de qualquer outro bem, seja um carro, um eletrodoméstico, etc.., pois em alguns casos, essa compra será realizada uma única vez em toda a vida e será justamente este bem imóvel, que garantirá abrigo e tranqüilidade não só a você, mas como a toda sua família.

Uma análise prévia de alguns documentos, podem evitar enormes aborrecimentos futuros, e não raro, uma perda de grandes valores.

Para sua segurança e tranqüilidade, detalhes de fundamental importância serão observados, partindo da emissão da certidão atualizada do imóvel ( Certidão de Onus Reais ), junto ao cartório do Registro de Imóveis competente. Nela poderá ser verificado quem realmente é o proprietário, e se o mesmo poderá negociá-lo. Também, se existe quaisquer ônus ou impedimento (hipoteca, penhora, arresto, intransferibilidade judicial, etc.) que possam impedir a negociação.

Se você adquire imóvel de "pessoa física", deverão ser exigidos, para fins de Registro no Ofício Imobiliário competente, os seguintes documentos:

Certidões dos vendedores:

  • Certidão Negativa da Vara Cível;
  • Certidão Negativa da Vara de Execução Fiscal;
  • Certidão Negativa de Tributos Federais;
  • Certidão Negativa Trabalhista;

Certidões do Imóvel:

  • Certidão de Onus Reais;
  • Certidão Negativa da Vara de Execução Fiscal;
  • Certidão de Quitação Fiscal e Enfiteutica, emitida pela Prefeitura;
  • Certidão Negativa da FUNESBOM (Bombeiros);
  • Declaração de Quitação Condominial;
  • Imóvel Foreiro: Vendedor terá que apresentar o Alvará emitido pelo detentor do Foro (após pagar a taxa de Laudemio que varia entre 2.5% a 5% ).

Se você adquire imóvel de "Pessoa Jurídica" (empresa), deverão ser observadas, para fins de registro no Ofício Imobiliário competente,

as mesmas orientações anteriormente citadas para a aquisição junto a pessoas físicas, além de outras particularidades, notadamente a

obrigatoriedade da apresentação da CND (Certidão Negativa de Débitos)

do INSS, salvo nos casos em que a empresa tenha como uma das atividades em seu contrato social a comercialização de imóveis.


 

Outras Dicas

FGTS pode amortizar financiamento de imóvel já iniciado?

Limpe vidros e superfícies espelhadas sem deixar manchas

10 dicas de decoração para valorizar seu imóvel até 30%

4 segredos para limpar o tapete em casa

Dicas para manter a casa protegida quando for viajar

14 objetos para dar mais vida ao home office

Calendário da Organização: 38 dicas para arrumar a casa em 7 dias

5 dicas de limpeza para sua casa que ajudam a prevenir gripes e resfriados